sábado, 19 de abril de 2008

NÃO VÃO ver a peça de teatro a ' A Bíblia' na Companhia Teatro do Chiado!!!!

Companhia Teatral do Chiado despede injustamente e de forma escandalosa o elenco de 'A Bíblia: Toda a Palavra de Deus (Sintetizada)Vimos por este meio, informar/denunciar a situação levada a cabo pela Companhia Teatral do Chiado em relação aos actores João Craveiro, Paulo Duarte Ribeiro e Tobias Monteiro. Estes três actores participavam em duas peças da dita Companhia: 'A Bíblia: Toda a Palavra de Deus (Sintetizada)', em cena desde Setembro de 2007, e dois deles em ' As Vampiras Lésbicas de Sodoma', em cena desde Abril de 2006. Ambas sempre esgotadas e com bastante êxito, como é do conhecimento público.Estes três actores trabalhavam com recibos verdes e sem contrato, apenas com profissionalismo e boa fé das duas partes, como já é normal no meio artístico e preferencialmente no meio teatral português. Importa salientar que, com a promessa de que depois da estreia da peça 'A Bíblia'os actores seriam pagos com um salário compatível com a sua função, os mesmos aceitaram fazer os ensaios por um preço simbólico. O prometido acerto salarial só foi cumprido dois meses depois da estreia (no mês de Novembro ). Mesmo assim os actores continuaram a exercer a sua função. Para além disso, foi acordado com a Companhia e com os actores, o pagamento das digressões à parte, como é procedimento normal na maior parte das Companhias de Teatro Profissionais em Portugal . No entanto e num revés repentino a Companhia Teatral do Chiado informou os actores de que não era politica da mesma o pagamento extra por digressões. Sendo os actores convidados e não tendo qualquer contrato com a companhia insistiram no pagamento das mesmas , após uma proposta embaraçosa de remuneração e de novas negociações foi acordado, mais uma vez , um valor simbólico . Apesar de serem parte importante e fundamental dos espectáculos, os actores descobriram recentemente que o director desta Companhia, Juvenal Garcês, se encontrava a ensaiar outros três actores, em segredo e à revelia dos primeiros, com o intuito de os substituir. Tudo isto feito em sigilo e apoiado pelo resto dos membros da Companhia bem como pelos três actores substitutos. Importa referir que a peça 'A Bíblia: Toda a Palavra de Deus (Sintetizada)', tem adaptação, dramaturgia, música, letras e coreografia originais dos três actores que, mesmo sem serem remunerados por esse trabalho, continuaram sempre, com empenho e profissionalismo, a executar as tarefas com as quais se comprometeram. Ao descobrirem a situação, os três actores decidiram fazer valer os seus direitos e cancelaram a cedência de utilização da adaptação e dramaturgia, obrigando a Companhia Teatral do Chiado a negociar uma nova cedência. Como retaliação a Companhia despediu os actores/co-autores por e-mail recusando-se o próprio director a reunir-se com os mesmos. Esta informação serve para alertar e tornar pública uma situação de injustiça laboral e de total desrespeito por estes profissionais de Teatro. Esperamos que também sirva para esclarecer e mostrar como vai a impunidade no Teatro em Portugal. Agradecemos que esta notícia seja tida em conta nos meios de comunicação social e como tal divulgada!

P'los actores, João Craveiro, Paulo Duarte Ribeiro e Tobias Monteiro.

1 comentário:

Luís disse...

Infelizmente o trabalho precário e a falta de respeito pela mais valia das empresas, as pessoas, começa a ser a regra e não a excepção. são os novos tempos deste mundo cada vez mais económico e menos humano, em que o que interessa é o lucro fácil e uma cultura de recursos humanos de mastiga e deita fora.

Bem aparecida mulher, o que é feito de ti?